Natal | Fogo, o Pai Natal existiu!





Olá meninas! É dia 22 de Dezembro e cheira-me que todas as bloggers do mundo já gravaram vídeos de maquilhagens de Natal, wishlist também sei que andam por aí aos pontapés, receitas de doces de Natal idem, enfim sei que já há de tudo, por isso decidi não gravar nada a ver com este tema e pensei sobre o assunto e a frase que não queria calar é "O que é o Natal?"e por essa razão e respondendo ao desejo do meu "eu", decidi falar-vos de Natal, desfazendo alguns mitos que andam por aí, ok?


A celebração do Natal dia 25 tem muito que se lhe diga, supostamente estamos todos a celebrar o nascimento de Jesus, mas será que o celebramos na altura certa? Provavelmente não, NADA é dito na bíblia sobre o dia exacto do nascimento de Jesus. O Natal começou a ser celebrado dia 25, em substituição a uma festa pagã que ocorria na mesma altura e foi apenas implementada a celebração do Natal nesta data para ser mais fácil a aceitação do cristianismo por parte dos pagãos. 

E aquela cena dos 3 reis magos que chegaram dia 6 de Janeiro até Jesus para lhe oferecerem ouro, incenso e mirra? Essa é outra coisa a desconstruir! A bíblia não fala de três pessoas, fala-nos sim de três presentes! Em Mateus (2:10) podem constatar o que eu digo! Ou seja ninguém sabe se são três homens ou 50 homens, na verdade ninguém sabe! Sabemos sim que esses homens vieram do Oriente e sabemos ainda que vieram de camelo e como um camelo não é um avião percebemos de imediato que não demoraram 15 dias, nem 20, mas sim cerca de 2 anos e portanto o menino já não estava nas palhinhas, aliás com 2 anos possivelmente Jesus já andaria de um lado para o outro a correr como qualquer criança! Os nomes dos "reis" que conhecemos foram instituidos pela igreja católica no século VIII.
Outra cena gira a pensar é o motivo pelo qual chamamos Magos a esses homens? Seriam eles bruxos? Nop! No contexto da bíblia, Mago significa sábio!

Então e o Pai Natal?! 
O "Pai Natal" existiu! Não existiu como o conhecemos, mas existiu um homem, Nicolau, que era de facto alguém que oferecia presentes às crianças desfavorecidas! Portanto o Pai Natal existiu, todavia o mundo como o conhecemos uso essa figura para fazer dinheiro e criar uma sociedade de consumo da qual tu e eu fazemos parte.


Agora percebi que me entusiasmei e acabei por escrever bem mais do que queria sobre o assunto, eu sou daqueles seres humanos que quando começam a falar sobre algo que lhes dá "Pica" não param, portanto desculpem qualquer "seca" que tenham apanhado comigo (ou não).



2 comentários:

Com tecnologia do Blogger.